O Acidente é da autora C. L. Taylor. Ele foi lançado em 2016 pela Bertrand Brasil.

Sobre o livro

Para quem está olhando de fora, a vida de Susan Jackson é perfeita. Bem casada, com dinheiro e uma bela filha. Charlotte tem 15 anos e é o orgulho da família. Tudo está correndo bem, mas nem tudo são flores.

Em 2012, uma tragédia marca toda a sua história. Segundo a polícia, sua filha se jogou na frente de um ônibus e está em coma. Mas, o que levaria uma jovem com a vida inteira pela frente a fazer isso? Principalmente uma que tem uma vida dita perfeita?

“Não há paz nenhuma na maneira como seu corpo está deitado, prostrado em uma cama sem edredom, o tubo transparente da traqueostomia serpenteando para fora da garganta e o peito pontilha de eletrodos multicoloridos.”

A partir daí, suas dúvidas e inseguranças tomam conta. Ao encontrar o diário da filha, Susan sai em uma jornada para entender o que realmente aconteceu com ela. Nessa jornada, ela descobrirá, que não conhece sua filha de verdade e um segredo do seu passado pode ter voltado para assombrá-la.


Minha opinião

O sofrimento de uma mãe em sua forma mais pura. Quando comecei a história, não sabia direito sobre o que se tratava. Apenas sabia que algo estava errado e já esperava uma reviravolta do tipo: tenho as pistas e vou desvendar o que aconteceu. No entanto, para minha surpresa, quando o grande plot foi revelado, eu entendi tudo o que a autora queria passar. A história acabou sendo muito mais do que eu esperava.

Toda essa incerteza sobre o que está acontecendo com Charlotte e como as revelações vão aparecendo, não são tão inovadoras e nem impactantes. A grande sacada do livro está nas passagens que vamos conhecendo sobre o passado de Susan. Sua versão mais nova, inocente e apaixonada. Além disso, todos os segredos que já existiam no presente, parecem ser ínfimos quando nos deparamos com o que Sue deixou para trás.

Brian se recusa a aceitar a ideia de que nossa filha possa ter se sentido infeliz a ponto de querer dar cabo da própria vida sem compartilhar sua infelicidade com a gente.

Gosto muito dessa jogada do tipo: a grama do vizinho sempre é mais verde. Quantas vezes não pensamos isso? Que a outra pessoa tem a vida perfeita, com tudo o que precisa. Entretanto, nunca sabemos qual bagagem cada um carrega. E a de Susan é bem pesada. Pouco a pouco a fachada de família perfeita vai ruindo. Vemos que todos somos humanos, suscetíveis a erros e tentando acertar nossas escolhas diante das dificuldades da vida.

Ele continuou a me olhar como se me odiasse, como se desejasse que eu estivesse morta, e então a raiva desapareceu tão rápido quanto surgira e tomara conta dele.

Até o final ficamos nos perguntando sobre a sua filha. Será que foi realmente uma tentativa de suicídio? E se foi isso, o que de tão horrível aconteceu para ela chegar a esse ponto? É aí que percebemos o quanto as relações familiares são frágeis. Algumas pessoas não conseguem se comunicar e nem compartilhar as suas dúvidas e anseios. Seu marido é daqueles personagens que não acrescentem em nada a narrativa. Não consegui me conectar e nem ter empatia por nenhum dos personagens, nem a garota em coma conseguiu me deixar envolvida.

Alternando entre o passado e o presente, a narrativa se desenrola rapidamente. Quando percebemos, as verdades estão aparecendo. Além disso, toda a luta de Sue pela verdade, o quanto ela se arrisca e se entrega, são incríveis. Sua sanidade é questionada o tempo inteiro e só desvendamos o seu caráter quando já estamos no final do livro. Como ela é nossa narradora, questionamos suas escolhas e revelações a todo o momento. Uma leitura muito válida para quem gosta de histórias misteriosas e com revelações inesperadas.

O ACIDENTE

Autor: C.L. Taylor

Tradução: Daniel Estill

Editora: Bertrand Brasil

Ano de publicação: 2016

Para os vizinhos e amigos, Susan Jackson parece ter tudo: uma família amorosa, um marido de sucesso e uma belíssima casa. Porém, quando Charlotte, sua filha de 15 anos, se joga na frente de um ônibus e acaba em coma, Sue se vê forçada a se perguntar se tudo aquilo que a rodeava era verdade. Susan, então, arrisca tudo para descobrir a verdade, imergindo em um mundo sinistro que ela não imaginava existir — e se obrigando a mergulhar nas sombras do seu próprio passado. Quanto mais profunda sua busca, mais o mundo se torna sombrio… e em mais perigo ela se coloca.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros