Penumbra é do autor nacional André Vianco publicado em 2017 pela Leya.

Sobre o Livro

Lana é uma garotinha que morreu e agora se encontra perdida na Penumbra. A Penumbra é o local onde as almas de crianças que tiveram uma morte traumática repousam para poder esquecer todo horror da vida passada.

Sem saber onde está e não lembrar quase nada se sua vida antiga, exceto de uma promessa que fez a sua mãe, de que nunca a esqueceria. Lana junto com Jorge, um garotinho medroso, irão nos apresentar esse mundo sombrio que foi feito para esquecer, e esse é o problema. Lana se recusa a esquecer da promessa que fez, porém, isso pode acarretar o sofrimento de muitos. Entretanto, a Babá Osso Duro está ali para ajudar as muitas almas a passar para o outro lado, mas as teimosia de Lana atrai criaturas que desejam alimentar-se delas, e sua alma é bem peculiar para eles.


Minha Opinião

O livro é curto e possui uma narrativa divertida, porém cansativa. Sendo meu primeiro contato com o autor, me sinto de certa forma frustrado. Ele tem um sério problema de fazer uma demasiada repetição de fatos, uma coisa explicando em capítulo “x” no seguinte é novamente explicado e isso deixou a narrativa bem maçante.

Outro ponto que me incômoda é o fato de que ele usa a mesmas fórmulas para compor cenas, me vi lendo partes bem semelhantes entre sí. Previsível, é algo que posso apontar sobre ele, não que essa previsão estrague o conteúdo contado, mas acaba não criando aquela dita vontade de querer descobrir, pois estão todas expostas.

“Esta é uma história sombria e melancólica. Ninguém dentro dessas páginas teve um final feliz – não um final terreno, ao menos.”

Lana é uma personagem que me tirou muito do sério, não consegui gostar dela em nenhum momento do livro, ao mesmo tempo que ela demonstrava uma maturidade para sua idade ela mostrava o quão infantil e inconsequente ainda era. Nisso, o núcleo de personagem é salvo pela babá Osso Duro que consegue ser misteriosa, má, boa e faz com que tenhamos dúvidas das suas verdadeiras intenções.

Mesmo com toda desavença que tive com a leitura, acho o universo criado pelo André Vianco bem legal e sombrio, junto com o tema de “perda” deixa a leitura mais envolvente e acaba nos mostrando como é difícil superar algo e de como esquecer esses terrores é essencial para seguirmos em frente.

A edição está bem bonita, tanto a capa como a diagramação e as páginas são bem confortáveis para a leitura. Para finalizar, a indicação vai para quem procura livros curtos e ele lembra um pouco o filme “Coraline” então amantes desse filmes podem desfrutar um pouco da leitura.

PENUMBRA

Autor: André Vianco

Editora: Leya

Ano de publicação: 2017

André Vianco estreia na LeYa com Penumbra, um romance carregado de sombra e ternura Reconhecido e reverenciado por milhares de leitores, André Vianco é um dos mestres da ficção fantástica nacional, dono de uma elogiada obra que inclui títulos de terror, suspense e fantasia. Vianco faz sua estreia na LeYa com a publicação de Penumbra, um romance inédito, ao mesmo tempo doce e sombrio. Ele nos apresenta à Lana, uma menina teimosa e decidida, que, quando acorda na Penumbra, um lugar misterioso, descobre que precisará deixar para trás tudo o que mais ama. Ao se recusar, ela desafiará a Penumbra e sua guardiã, a babá Osso Duro, uma mulher velha e seca, dona de um sorriso cadavérico e assustador. O que Lana não esperava era ter de se juntar à babá Osso Duro para, juntas, lutar contra as forças da Penumbra.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros