Sonata em Punk Rock é o primeiro livro da série Cidade da música da autora brasileira Babi Dewet, publicado em 2016 pela Gutemberg.

Sobre o livro

Valetina Souza é uma jovem com talento para a música. Seu maior sonho é estudar na Academia Margareth Vilela, mas a instituição é caríssima e, só por um milagre, Valentina conseguiria pagar as mensalidades. Mas o imprevisto acontece e o sonho de Tim se realiza.

Nunca tinha feito aula de música, sua mãe não tinha dinheiro para isso, então tudo o que sabia devia ao maravilhoso mundo da internet.

Kim é uma celebridade na Academia Margareth Vilela. Ele é considerado um deus da música pelos colegas, por todos os prêmios que ganhou. Mas a vida de Kim não é um mar de rosas, nosso mocinho esconde um segredo de todos, até que por um descuido, Valentina põe em perigo o segredo de Kim.


Minha opinião

Sonata em Punk Rock foi meu primeiro contato com a autora Babi Dewet e que grata surpresa. Achei o livro extremamente fofo com várias referências musicais e a cultura asiática. Outro ponto interessante é a representatividade presente no livro.

A vida é como uma orquestra: são necessários muitos instrumentos em harmonia para que a música toda faça sentido. Mas, na maioria das vezes, você nem sabe tocar esses instrumentos. E sempre vai ter alguém dizendo que seu gosto musical é ruim, mesmo que seja o som que te faz feliz.

Valentina foi criada pela mãe até que o pai ausente aparece para reparar a própria consciência. Com isso, Valentina consegue realizar o sonho de estudar música na conceituada Academia Margareth Vilela. Todavia, apesar de talentosa, o foco da instituição é música clássica, algo que Tim não tem familiaridade.

Por outro lado temos Kim, jovem musicista extremamente focado. Apesar do talento e dinheiro, Kim tem diversas questões mal resolvidas e isso afeta a forma como ele interage com os demais.

O casal é muito fofo, mas não achei que eles tinham muita química. Entretanto, é um par que provoca um quentinho no coração. Apesar de jovens, eles apoiam os sonhos um do outro, conversam de forma franca e isso é muito bom.

Os amigos de Tim merecem ser mencionados, mesmo que superficialmente. Eles são divertidos, prestativos e cúmplices. Estão prontos para o que der vier, inclusive, quando se trata de vingança.

Gostei muito da mocinha. Ela não é bobinha e corre atrás dos sonhos sem passar por cima de ninguém. A relação dela com a mãe é linda, o sonho de qualquer filha e os amigos dela me lembraram muito os meus. Que saudade!

Apesar de ter gostado da história e amado os personagens, achei que faltou alguma coisa na construção de Kim. Provavelmente, a autora quis deixar o personagem misterioso e isso a impediu de aprofundar algumas questões apresentadas no livro. Mas isso não tira o mérito da autora ou da história, pois ela foi incrível ao tratar de autoestima, aceitação, racismo, preconceito entre outras temáticas abordadas.

Outro ponto que senti dificuldade foi em relação a passagem de tempo. Às vezes, ficava confusa e tinha que voltar, mas não sei se foi um lapso meu ou algo a ver com a escrita da autora.

(…) a menina tinha um cheiro doce que o lembrava da peça de Schumann, ‘Träumerei’. Kim conseguia ouvir cada nota e sentir toda a emoção daquela música. Era a sua favorita.

A leitura foi quase uma volta ao passado. Acho difícil alguém não se identificar com algum ponto do livro. Amei a experiência, foi um dos queridinhos de 2020.

Se você está a procura de um livro que dê um quentinho no coração e te deixe com um sorriso abobalhado no rosto, já encontrou!

O mocinho cita muito a música Träumerei de Schumann. Eu achei linda e vou deixar para quem tiver curiosidade.

SONATA EM PUNK ROCK

Autor: Babi Dewet

Editora: Gutemberg

Ano de publicação: 2016

Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock? Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov. Entre o trabalho como gerente do mercado do bairro e as tarefas de casa, o sonho de viver de música estava, aos poucos, ficando em segundo plano. Até que, ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país, a garota tem a chance de seguir uma nova vida na conhecida Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos. No conservatório, Tim, como prefere ser chamada, terá que superar seus medos e inseguranças e provar a si mesma do que é capaz, mesmo que isso signifique dominar o tão assustador piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica. Só que, para dificultar ainda mais as coisas, o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar. Em um universo completamente diferente do que estava acostumada, repleto de notas, arpejos, partituras, instrumentos e disciplina, Valentina irá mostrar ao certinho Kim que não é só ele que está precisando de um pouco de rock’n’roll, mas sim toda a Cidade da Música.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros