Atenção!

Cenas de violência explicita.

As séries de TV sempre se propuseram retratar as mais diversas histórias nos contextos mais variados possíveis. Mas vemos uma crescente apresentação dessas histórias por uma visões um tanto quanto inusitadas, uma dessas visões assim como antes já retratada em Dexter, YOU apresenta ao seu público, a visão de uma Serial Killer.

Como na temporada anterior, a empatia, a torcida pelo personagem, e o anseio por saber o que o atual serial killer queridinho da Netflix foi o que norteou a segunda temporada da série.

Novamente nessa temporada podemos contemplar o trabalho incrível dos diretores Sera Gamble e Greg Berlanti em transcreverem para a televisão o livro de Caroline Kepnes, livro esse que com maestria faz a mesma coisa que o anterior da série: dá ao psicopata, stalker, monstro, o direito de ter uma voz.

Joe (Penn Badgley) já nós foi apresentado na temporada anterior como um homem aparentemente irresistível: bonito, frágil, inteligente, dedicado; que sempre tinha na ponta da língua alguma citação literária, realizava atos românticos e possuía um toque de instinto paternalista com os sofredores como ele. O problema é que Joe era tudo isso, mas também, manipulador, mentiroso, abusivo e um assassino. A questão é que a série se empenhou tanto em mostrar a natureza real do homem por detrás do psicopata, a origem de seus atos, assim como a justificativa pensada para cada um deles que conseguiu o impossível na visão natural das coisas:  tornou um assassino, adorável.

A nova temporada se apoia em Caroline Kepnes e seu livro Hidden Bodies (Corpos Ocultos), que retratam os acontecimentos pós primeiro livro/primeira temporada, quando Joe deixa Nova York. O discurso atual dele é o de não se apaixonar novamente, só que o universo tem novos planos ao apresentar – ironicamente – Love (Victoria Pedretti), uma moça que ele conhece fazendo compras no lugar onde ela trabalha. A partir daí, toma-se um novo rumo, com a única semelhança de se ter uma nova história mas um mesmo Joe. Ele novamente trabalha com os livros, sai e entra a hora que quer, tem a famosa jaula de vidro escondida, uma vizinha problemática e sentimentos paternos por uma criança sofredora.

A primeira temporada de You teve um ritmo alucinante, grandes reviravoltas, ótimos ganchos, perseguições emocionais, tudo o que uma série precisa para ser um grande sucesso e cativar um grande publico. A receita novamente deu certo, e isso só enfatiza o quanto os criadores acertaram na realização de seu trabalho, fizeram tão bem que acabaram tornando de forma apelativa as atitudes monstruosas do psicopata justificáveis. Na segunda temporada o desafio era quebrar isso de alguma forma, mantendo o mesmo ritmo, mas buscar modificar a imagem positiva do público para as ações do personagem, mantendo um equilíbrio para que os erros gritantes, maquiavélicos e horríveis de Joe não fossem somente apenas “caprichos de um homem apaixonado”.

Com o circo todo montado, uma nova paixão, novos dramas, a única coisa a esperar é: quando tudo daria errado. Uma vez que o final da temporada anterior havia nos entregado um grande gancho de um final não tão feliz para o nosso protagonista. Isso mesmo, o retorno de Candance (Ambyr Childers) a ex e primeira vítima de Joe; a presença de Candance traz uma nova perspectiva para a história de forma geral, os atos de Joe tem consequências e ele vai ter que arcar com as escolhas que já fez, agora por mais que Love esteja no escuro sobre a sua real natureza e suas atitudes/escolhas, Candance vem para lembrar que ela sabe de tudo e vai dar trabalho pro assassino.

E é onde a série apresenta novas reviravoltas e surpresas que YOU se provou ser tão boa em fazer. Candance, Love e Forty (James Scully) irmão de Love, são três personagens que foram vítimas de abusos; e a perspectiva deles poderia reduzir no público a justificativa de Joe para as atuais atitudes do personagem, porém não é bem isso que acontece. Os personagens apresentados podem não ter as mesmas atitudes de assassino de Joe, mas também fazem escolhas estranhas que chegam a acompanhar os extremos do protagonista.

Com a imersão nas tramas e nos dramas desses novos personagens, que mesmo que secundários fazem parte quase como protagonistas na trama, as consequências para as escolhas de Joe parecem próximas. O que acontece com Candance é imperdoável. Com Delilah (Carmela Zumbado) horrível. Mas como sempre, se tem um motivo por detrás. Além disso, o roteiro distorce o que antes se pensava sobre a Love, transformando o Joe em quase uma pessoa sensata. E é nessas sub-tramas que chegamos ao ponto de termos um outro abusador nessa temporada e não só Joe protege a vítima como é ele quem mata o sujeito (assassinato explanado?).

Mas, no final pouco importa se ele será ou não responsabilizado por seus atos, já que o final deixa claro que teremos continuidade para a história. E mesmo com todas as ressalvas sobre a falta de responsabilidade em transforma um serial Killer em queridinho, assistir You é divertido, surpreendente e indispensável para quem gostou da primeira temporada ou história como Haniball, Dexter entre outras do gênero. A direção mostra que ainda se faz boas series, com ótimos roteiros e uma excelente atuação.

Questão para serem discutidas sobre o futuro da série é se em meio a problemática sociedade de hoje vale a pena tentar fundamentar atos tão horríveis quanto o de Joe?  Na sociedade onde mulheres são perseguidas e mortas por cônjuges e parceiros todos os dias, o machismo tem dados as caras, é realmente necessário fazer algo similar parecer romântico? É preciso responsabilizar os atos violentos ou eles podem se fundar pelo bem maior? Ou pelo bem dos que amo?

Todos esses questionamentos ficam a cargo seu de responder, mas vale sempre lembrar que o próximo alvo pode ser eu? Pode ser ela? PODE SER VOCÊ!  

YOU (segunda temporada)

Diretor: Sera Gamble e Greg Berlanti

Elenco: Penn Bagdley, Victoria Pedretti, Ambyr Childers, James Scully, Jenna Ortega, Carmela Zumbado e mais

Ano de lançamento: 2019

Depois do que aconteceu com Beck (Elizabeth Lail), Joe (Penn Badgley) decide se mudar para Los Angeles e recomeçar a vida com outra identidade. Ele só não esperava que Love (Victoria Pedretti) cruzasse seu caminho. Enquanto tenta se aproximar do novo interesse amoroso, ele passa a ser perseguido por Candace (Ambyr Childers), sua ex-namorada.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros