Elos de Areia: Os Senhores dos Ventos é uma publicação de fantasia do autor Pietro Abbate, lançado em 2020 em parceria com a Increasy.

Sobre o livro

Há muito tempo um conflito tomou os céus e três divindades batalharam. O resultado disso trouxe uma nova era sobre o povo, com novas raças e novos poderes, quando a essência de cada um desses deuses em pele de dragão se juntou aos solos e mananciais e, consequentemente, afetando animais, plantas e seres humanos.

Euddalyn é um jovem oniromante que perdeu sua visão. Sem quem ninguém confie muito em suas previsões, e com uma guerra se aproximando, ela é enviada para longe do castelo e vai descobrir que há muito a ser descoberto e revisto no mundo que lhe foi apresentado. Hesfer é uma iluvi de 14 anos, ela é filha da governante Altharis, e ainda tem um longo caminho até ter controle total sobre seus poderes, apesar de já ser muito forte. Ela vai presenciar algo que pode ser um preludio do que está por vir. Já Hydirel, o herdeiro de Elentul e um dos últimos Leões do Fogo, recebe uma visita inesperada. Uma jovem que deseja ser sua aprendiz.

E é enquanto esses três jovens tem suas vidas parcialmente mudadas que uma nova ameaça começa a se levantar. Algo que parecia já extinto a muito tempo.


Minha opinião

Algo que se pode dizer sobre Elos de Areia assim que se adentra o livro é que teremos uma história com vários desdobramentos. Já no prólogo o autor dita um cenário que data muito tempo, criando lendas e oportunidades a serem exploradas em qualquer momento da trama.

O que se expande também é o casting de personagens. A princípio achamos que ficaremos acompanhando apenas os três principais, Eudda, Hesfer e Hydirel, porém, outros nomes vão surgindo na trama e deixando o leitor curioso sobre o seu papel no desenrolar da história.

Confesso que ao entrar na história você pode tomar o choque já tradicional da fantasia no momento de ambientação, porém aos poucos, conforme conhecemos mais os personagens, vamos sendo conduzidos por explicações que fazem com que o estranhamento desapareça.

O interessante aqui é que percebemos que há mais coisas acontecendo além do que os personagens conseguem ver, o que gera a curiosidade de tentar montar o quebra-cabeça junto com eles e as mudanças de foco dentro da história ajudam a deixar o andar da trama mais dinâmico.

Eudda é minha personagem preferida e foi quem eu mais gostei de acompanhar, mesmo que a maior parte da ação estivesse envolvendo os outros personagens. A gente aprende muito com ela tanto sobre o mundo, quanto sobre quem ela é. Ela é muito curiosa e ao mesmo tempo em que é corajosa também tem seus medos. Mas é aquele tipo de personagem que entende sua posição e papel no universo e mesmo que tudo ao seu redor lhe dê carta branca pra se isentar da situação, ela busca pela responsabilidade.

Quanto a Hesfer, eu acho que ela poderia ser um pouco mais velha porque não vi tanto o comportamento mais infantil que poderia vir dela por ter apenas 14 anos e, como ela é importante pra narrativa, pelo seu poder, ou a personalidade tinha que estar mais alinhada ou ela poderia ter uma idade maior, que mesmo assim ainda poderia configurar com ela sendo jovem e inexperiente. Já Hydirel foi um personagem que parece bem promissor, porém tem seus altos e baixos no que diz respeito ao arco de romance. Como eu sou sempre do contra nesse aspecto, acabo por me incomodar quando não vejo a necessidade narrativa. Porém, entendo que, para quem curte, talvez seja um dos únicos pontos da história. Em contra partida, gosto de como ele finaliza o livro, acredito que tenha sido uma boa virada.

Sobre os vilões, acho que tivemos vislumbres de proporções diferentes nesse livro que podem ser trabalhados em outros volumes. Porque, ao mesmo tempo em que sentimos o perigo eminente, parece que a gente não viu ainda a “pior parte”. Eu não tenho certeza se teremos uma continuação a frente, mas acredito que há terreno propício pra isso com a configuração toda do universo já estabelecida em um outro patamar.

Pra quem curte histórias com lendas, seres estranhos, linhagens mágicas, poderem que derivam dessas linhagens, personagens cativantes, tramas que envolvem dragões, portais e uma boa intriga polític,a Elos de Areia é uma boa pedida dentro do cenário nacional!

O livro está disponível em ebook na amazon e também no Kindle Unlimited e, provavelmente no segundo semestre, deve chegar também em sua versão física.

ELOS DE AREIA

Autor: Pietro Abbate

Editora: Increasy

Ano de publicação: 2020

É o fim de uma Era. O confronto nos Doze Reinos poderá ser tão devastador como quando os deuses lutaram nos céus, há milhares de anos. Euddalyn é uma jovem oniromante, mas não sonha com o que está prestes a acontecer na sua vida: de repente, é expulsa da Vila dos Sopros e perde o contato com todos com quem convive desde o nascimento. Disposta a arriscar tudo para impedir uma profecia, encontra ajuda em quem menos espera. Hesfer, a melhor amiga de Eudda, descende do mais nobre dos ilúvis. Depois que seu caminho cruza com o dos Filhos de Ravarog, a garota tem que reunir forças para aprender a controlar seu dom enquanto decide de que lado fica: o da mãe ou o do povo. Hydirel, primo de Hesfer, é surpreendido com a chegada a Castelo Lis de uma forasteira, que tem como objetivo aprender as conjurações que só os Leões de Fogo poderiam ensinar. Os mistérios que cercam a dama, porém, ao mesmo tempo seduzem-no e despertam suas suspeitas. O retorno de uma raça que se pensava estar extinta coloca em risco a paz de todos os povos. Desde o fim do último império, Khálix jamais testemunhou um confronto tão épico quanto o que se passa no Oásis de Yalif e suas pirâmides, protegido pela Guarda dos Ossos e palco de lendas assombrosas.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros