As Coisas é o livro de estreia do autor nacional Tobias Carvalho. Foi publicado em 2018 pela editora Record.

SOBRE O LIVRO

Vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2018, na categoria contos, trata-se de uma coletânea bem contemporânea. São contos todos protagonizados por jovens gays vivendo em Porto Alegre e região (Rio Grande do Sul), vivendo suas vidas e seus amores em meio a aplicativos, redes sociais e a vida universitária atual.

“os dois caras se descobrindo, isso já vimos. Mas e depois?”.

O livro tem, desse modo, um claro eixo temático: amor, sexo e relacionamento entre jovens gays de Porto Alegre, nas suas mais variadas formas e estilos. Solidão, individualismo, dúvidas, preconceito, inseguranças e imediatismo são apenas alguns dos temas que vão sendo pincelados nos contos de Tobias Carvalho.


MINHA OPINIÃO

O interessante dessa coletânea é que ela é composta por contos que se interligam, de modo que percebemos os mesmos personagens se repetindo, ou passando de protagonistas em um para coadjuvante em outro. Ao mesmo tempo, há contos em que o nosso protagonista nem chega a ser nomeado, e vai da interpretação do leitor imaginar que se trata do mesmo personagem que observamos em outros contos, ou não.

É, inclusive, nessa forma diferente de trabalhar o conto que reside um dos pontos que mais chamou minha atenção na leitura, pois o autor coloca seu texto sempre no limiar do que podemos chamar de conto. Isto porque estes são textos que frequentemente se aproximam de capítulos de um único romance, de tão bem conectados que são. Além disso, são textos tão precisamente localizados e realistas que por vezes duvidamos de seu caráter ficcional e refletimos sobre a possibilidade de eles serem, na verdade, crônicas de um cotidiano vivenciado por seu autor.

“não tem jeito de saber, só dá agora pra imaginar, cair em outros braços, melhores ou piores, diferentes dos teus, braços outros, lembrar”.

A força da prosa de Tobias Carvalho está, sem dúvida, na sua delimitação temática e em seu esforço em nos mostrar pluralidade, diversidade e momentos distintos entre um grupo que por vezes é tratado como uma mesma massa uniforme. Somos levados a explorar nuances das formas de se relacionar desses jovens e, ao mesmo tempo em que é um livro onde todos os personagens são homens jovens gays, qualquer leitor com alguma experiência nos descaminhos dos relacionamentos amorosos irá se identificar pelo menos com algumas das situações apresentadas nestes contos.

“O ruim e o bom do amor é que ele inunda”.

A leitura flui muito naturalmente, de forma limpa e sem muitas digressões, porém, talvez exatamente por isso, o leitor ainda fica querendo mais. Nosso mundo contemporâneo é tão rico e tão cheio de diversidade que a impressão que tive durante a leitura foi de que o autor poderia ter ido ainda mais longe em sua empreitada, até porque tem como seu aliado um estilo nu e cru que funciona bem demais.

Editora Record caprichou nesta edição, do discreto relevo da capa e da sua explosão vermelha à diagramação. É um livro que mostra um tremendo potencial de seu autor e que abre caminho para novas formas de pensarmos a literatura LGBTQ. Especialmente recomendado para quem gosta de textos que ficam no limiar do que é conto, crônica ou romance, assim como para quem gosta de ler histórias com as quais pode se identificar.

AS COISAS

Autor: Tobias Carvalho

Editora: Record

Ano de publicação: 2018

Vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2018 na categoria Contos. Sensível e implacável por trás de uma escrita limpa e simples, As coisas traz uma costura de vivências humanas sob a ótica de um jovem homossexual. O personagem constante dessas histórias trabalha, viaja, estuda, cruza ruas de metrópoles agitadas, passa horas em aplicativos de encontros sexuais. Não há maquiagens para a solidão, nem disfarce para o sexo. Ele sente, ele quer, ele ganha e perde, transformando-se de história em história e construindo um arco narrativo que alicerça todo o livro.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros