Projeto 94 é o primeiro livro do autor nacional Rodrigo Fonseca e foi lançado em 2017 pela editora Arwen.

05_projeto

Sobre o Livro

Jacob Sturguess, mais conhecido como Jake, é um jovem rico e popular que vive em Independence e todo ano disputa a corrida anual, que oferece um grande prêmio em dinheiro. Jake é filho do renomado cientista Evan Sturguess, e com isso, todos os olhos estão sobre ele. Mas a cada dia que passa, uma incerteza o corrói: porque ele é tão rápido? Sua dúvida fica maior quando começa a ter sonhos onde se vê trancado em um tubo de vidro, junto com outras cinco crianças, em uma sala da clínica de seu pai, a Genetic Corporation. Não demora muito para ele concluir que sua velocidade fora do comum pode ter alguma coisa a ver com o que sonha todas as noites.

“Será que exagerei? Será que tudo não passa de coisa da minha cabeça?”

Do outro lado da cidade, a jovem Jennifer leva uma vida simples e humilde, ajudando sua mãe e sua irmã pequena no que pode. Certo dia, quando voltava mais tarde do seu trabalho, é abordada por vários homens que tentam assalta-la, e tomada pelo medo, acaba descobrindo ser dotada de uma habilidade mental especial. Ela tenta entender o que aconteceu, mas não encontra palavras para definir o que presenciou. Mas por uma caso, ela encontra um cartão de natal onde há uma foto sua e de seus pais, e atrás do cartão uma saudação de boas festas em nome da Genetic Corporation.

Jennifer nunca ouvira falar dessa clínica, mas acredita que o que quer tenha tenha acontecido com ela, será na Genetic que as respostas estarão. O que ela não sabe é que há uma outra organização perigosa de olho nela – e em Jake – há muito tempo, e farão de tudo para ter o controle sobre eles, e sobre seus poderes.


Minha Opinião

Esse livro já estava na minha lista de leituras há algum tempo. Estava bem interessado na história, ainda mais com uma capa dessas, bem enigmática e chamativa, com uma dupla hélice da molécula de DNA. Além disso, é uma história nacional, e ultimamente eu tenho dado bastante espaço para obras brasileiras na minha estante.

A narrativa é intercalada entre dois narradores: Jake e Jennifer. Cada capítulo conta, em primeira pessoa, o que está acontecendo na vida de cada um e como eles vão acabar descobrindo suas habilidades especiais sobre-humanas. Foi uma ideia bem interessante do autor essa divisão, já que assim podemos ir acompanhando o progresso dos dois personagem ao mesmo tempo, até o ponto onde ambos vão se cruzar. Além disso, eles possuem características e personalidades bem diferentes, o que torna as suas perspectivas mais interessantes.

“Sempre me achei diferente dos outros. Talvez não sempre, mas desde que comecei a entender melhor as coisas.”

03_projeto

Os dois personagens são bem apresentados, mas senti falta de um melhor amadurecimento ao longo da história. Jake é o jovem rico, popular e que atrai o olhar de todas as garotas, mas que no fundo se mostra bem simpático e modesto. Ainda que tenha uma vida de luxo, o que ele mais deseja mesmo é ter uma aproximação maior com seu pai, já que este se mostra sempre distante e ocupado demais para ele. Ao longo da história, vamos ver alguns momentos onde ele procura o seu pai, mas ou acaba em discussão ou não o encontra.

Já Jennifer é o contrário dele: Ela é uma jovem batalhadora, fiel e tímida. Não liga para futilidades e sempre se dedica a sua família, ajudando no que pode e segurando a barra, quando sua mãe não consegue sozinha. Ela vai passar por grandes desafios, e diante dos acontecimentos, perderá um pouco de sua inocência. Mas ainda que a forcem a fazer o que não quer fazer, manterá sua dignidade incorruptível.

A história se desenvolve bem rápido e vamos acompanhando os dois personagens em sua busca pela verdade sobre o que são e como a Genetic Corporation está envolvida. Jake vai, inclusive, descobrir um suposto experimento chamado Projeto 94, mas antes de conseguir as respostas, vai enfrentar a dor da perda de pessoas próximas.  Ao mesmo tempo, Jennifer terá de lidar com suas escolhas e entre o que é certo ou necessário fazer. A personagem vai se sentir indigna de perdão, mas também vai compreender que fez o que devia fazer para manter sua família a salvo.

“Fico em choque, enquanto ouço o apresentador falar que fui a última pessoa a ser vista com o vice-presidente Martin e a única que ainda não foi encontrada para prestar depoimento.”

01_projeto

Projeto 94 é uma história sobre como lidar com as diferenças. Para alguns, ter habilidades fora do comum poderia ser algo super bacana, mas não é para os protagonistas. Ser diferente é algo que os perturba, e entender o que fizeram com eles quando crianças talvez seja a única forma de tranquilizá-los. Afinal, como as pessoas da cidade toda reagiriam ao saber que são sobre-humanos? Será que veriam eles apenas como pessoas normais ou seriam discriminadas por serem desiguais?

Gostei bastante da narrativa e da forma como a história vai se montando. Porém, tenho duas considerações: primeiro que achei desnecessário a linguagem usada na história. Sempre que uma personagem feminina aparecia, os homens se tornavam abobados e constantemente disparavam “gata, pegava, te dar um trato” e outras frases que ao meu ver ficou mau intencionado. Deu um tom machista para a história, o que não precisava e que me fez desconsiderar algumas estrelas. Segundo, a trama acontece muito rápido e fácil demais em vários momentos, o que já observei que também acontece em vários outros livros nacionais. Acredito que um pouco mais de resistência e desenvolvimento nas cenas deixariam a história mais crível.

“Será que foi isso fez despertar esse poder dentro de mim? Será que tenho mesmo esse poder ou foi só coisa da minha cabeça? Se tenho, como pode ser?… Eu senti aquela energia fluindo.”

Como este é o primeiro livro de uma trilogia, há perguntas que não são respondidas e reviravoltas inesperadas. A princípio minha personagem preferida é a Jennifer, já que ela teve um desenvolvimento melhor dentro da história e não ficou de mimimi amoroso como o Jake. Mas pode ser que nos próximos livros  eu mude de opinião, já que é de certeza que vamos ter novos personagens compondo a trama.

Ainda que eu tenha me incomodado com aqueles dois pontos, a leitura me divertiu e me envolveu até o fim. Estou bem curioso para saber quais segredos envolvem o projeto e o porquê dele ter sido criado. Então, se você também gosta de descobrir segredos, de aventuras juvenis e de uma boa pitada de ficção científica, poder ficar tranquilo que Projeto 94 tem tudo isso, e só está começando.

PROJETO 94

Autor: Rodrigo Fonseca

Editora: Arwen Books

Ano de publicação: 2017

Jake é um jovem prodígio nas corridas devido a sua velocidade fora do comum. É justamente isso que o faz ficar intrigado: como pode correr tanto, a ponto de seus pés mal tocarem o chão? Quando Jake começa a ter estranhos sonhos, as peças deste misterioso quebra-cabeças vão se encaixando e ele embarca em uma aventura em busca de respostas que justifiquem sua alta performance. Filho do renomado cientista Evan Sturguess, dono da clínica Genetic Corporation, Jake vive uma relação conflituosa com o pai, desde a morte da sua mãe. Além dessa grande distância emocional, Jake descobrirá da forma mais dura possível, como alguns segredos podem nos afastar das pessoas e até mesmo mudar nossas vidas para sempre. Jennifer é outra jovem que vê sua vida mudar de repente, observando incomuns acontecimentos envolvendo o poder de sua mente e instintivamente ligando isso a um cartão recebido na infância: um cartão da Clínica Genetic. Projeto 94 é uma aventura onde cinco jovens viverão uma história com mortes, cobiça, paixões, muita adrenalina e emoção. O que é o projeto? Qual seu objetivo?

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros