Round 6 é um lançamento da Netflix em 2021 que já está liderando rankings ao redor do mundo pela sua originalidade e um suspense envolvente.

A série sul coreana aborda temas sobre o dinheiro, a falência e as pessoas. Acompanhamos a história através de um pai divorciado e falido que vive de um trabalho simples com baixa remuneração e passando sempre dificuldades financeiras. Possui dívidas impagáveis e com isso acaba se envolvendo com pessoas perigosas. Apesar de ficar sem perspectivas para o futuro, tudo muda quando ele é convidado para participar de um jogo.

O jogo prometia que o ganhador ou ganhadores saíssem com um prêmio bilionário em mãos. E logo se percebe que este jogo não é um jogo qualquer. Todos os mais de 400 jogadores são pessoas que viviam nas mesmas condições que ele: estavam falidos, precisavam de dinheiro e estavam lá para poder tê-lo.

E quando o primeiro jogo começa, todos os jogadores se dão conta de que aquilo não era um jogo normal que desqualificava perdedores. Aquilo era um jogo mortal.

A série possui uma pegada estilo Parasita com O Poço, tendo este estilo mais futurista distópico com um grande suspense envolvente e original. Este tipo de produção cada vez mais está crescente, mostrando o lado criativo de se criar grandes suspenses envolventes com elementos únicos e ainda se embasar em uma grande crítica social.

O Poço por exemplo foi um grande sucesso em 2019 e 2020 devido ao seu estilo único e um suspense diferente e enigmático. Além de um contexto distópico relevante. E como chave de ouro, críticas sociais muito bem estruturadas. Round 6 se encaixa perfeitamente neste perfil, trazendo um suspense com base nos jogos que são os desafios dos jogadores nesta série.

Apesar de ser muito criativo e envolvente, os primeiros dois episódios possuem alguns problemas que, para mim, tornaram a primeira impressão da série como algo comum e clichê. Foi até um pouco estranho a transição do primeiro para o segundo episódio, que rompeu com o ritmo da história que pensávamos que ela seguiria. Mas logo no terceiro episódio, a história retoma o ritmo, mas de forma rápida, constante e surpreendente. E a partir daí você já não quer mais largar a série e se obriga a assistir até o final.

São 9 episódios, mas cada um possui quase uma hora. Então, de certa forma, é uma história mais estendida para uma série nova no ramo. Mesmo assim, fiquei muito satisfeito de poder encontrar uma série como esta de excelente qualidade e feita por produtores diferentes ao invés dos clássicos filmes americanos. É dessa forma que as produções coreanas estão crescendo muito.

E sem contar que as coisas acontecem de forma imprevissível. Você torce para certos personagens, mas você acaba sendo pego de surpresa quando as regras dos jogos são lançadas. Aí que a coisa fica feia e você quer saber como que isso tudo acaba.

Então se você é daqueles como eu que fica envolvido em uma série como essa com inúmeros enigmas, críticas sociais com uma trilha sonora única e um suspense épico, confira então esta produção que está bombando na Netflix ao redor do mundo.

ROUND 6 (1° TEMPORADA)

Diretor: Hwang Dong-hyuk

Elenco: Lee Jung-jae,Park Hae-soo,Wi Ha-jun

Ano de lançamento: 2021

Centenas de jogadores falidos aceitam um estranho convite para um jogo de sobrevivência. Um prêmio milionário aguarda, mas as apostas são altas e mortais.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros