Alguma vez, na sua vida, você já se encontrou passando por um momento difícil, e de alguma forma a leitura te ajudou a superar aquelas dificuldades?

Eu tenho depressão e ansiedade, e apesar de agora eu entender bem melhor o que isso tudo significa e compreender bem minhas emoções, no começo não era bem assim que acontecia. Eu nem sequer sabia que eu tinha depressão quando acabei indo morar com meu pai e minha madrasta numa cidade onde eu não conhecia absolutamente ninguém além deles dois. Eu estava com medo, sozinha, triste, sem apoio nenhum por parte do único familiar que eu tinha por perto, sem esperanças.

No meu caso, meu maior desespero e motivo da minha depressão, era não ser capaz de enxergar algo no meu futuro. Eu não conseguia responder àquela pergunta maravilhosa de “Onde você se enxerga daqui 10 anos?”. Eu não fazia ideia. Eu tinha medo do meu futuro, de dar tudo errado. Eu não sentia mais vontade de levantar da cama, de fazer as coisas, por mais simples que fossem. Eu não conseguia encontrar um motivo que me fizesse querer viver.

Desculpa a explicação triste sobre um tema triste. Ela vai ser importante. Porque o livro que me salvou foi Trono de Vidro.

Depois de meses vivendo daquela forma, quando eu já tinha desistido da minha própria vida, eu encontrei um vídeo no YouTube, indicando a leitura de Trono de Vidro. Me interessei, e comecei a leitura. Na época, apenas os dois primeiros livros da série estavam publicados no Brasil, e o terceiro tinha acabado de ser publicado no exterior. Eu li os três em menos de uma semana.

Eu tinha feito algo. Tinha começado e concluído. Já me sentia bem só por isso. Mas o terceiro livro foi o que me mudou completamente.

Sem spoilers. A personagem principal passa por depressão no terceiro livro. E pela primeira vez em todo aquele tempo, eu me senti compreendida. Abraçada. Estava ali, em palavras, tudo o que eu sentia e não conseguia transmitir para os outros. Estava ali a prova de que eu não estava sozinha, que tinha alguém que me entendia. Foi isso que me deu forças para pedir ajuda, para tentar melhorar, para acreditar que a vida podia ser melhor que aquilo, que tinha sim esperanças. Que eu podia lutar.

Isso foi apenas o empurrão inicial, a parte mais crucial de todas. Mas também, eu passei a ter um motivo para esperar pelo futuro. Pode até ser meio besta, meio infantil, mas esperar pelos lançamentos dos futuros livros me deu um motivo, um foco. Algo que me fizesse querer continuar.

Os livros mudaram minha vida. E me salvaram de mim mesma, de uma escuridão que eu não sabia conter. E, para ser bem clichê mesmo, acenderam uma chama naquela escuridão.

Com tudo isso, eu não quero dizer que Trono de Vidro é o melhor livro de todos os tempos. Meu objetivo não é convencer todos a lerem os livros, de quem são perfeitos. Pelo contrário, acho inclusive que tenham vários defeitos, além de achar que muitos outros livros sejam superiores em questão de escrita e até mesmo de história, se for analisar de uma forma mais crítica. Mas esses livros me salvaram, me deram um propósito, me ajudaram e acompanharam por momentos muito difíceis. Por esse motivo, eles fazem parte de mim, eles são meus favoritos. Já teve um livro que fez você se sentir assim?

Isso é o que mais me fascina na literatura: o poder que um livro tem. Não somente o poder informativo e de entretenimento. Mas o poder de mudar uma pessoa. De acolher e ajudar.

É impressionante para mim como um mesmo livro pode afetar duas pessoas de formas completamente diferentes, ter reações opostas. E eu dei essa volta inteira pra explicar como esses livros em específico me afetaram.

E também para perguntar para vocês todos que estiverem lendo isso: Qual livro te marcou? Qual livro mudou sua vida? Qual livro reascendeu sua chama?

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros