O livro foi escrito originalmente em 2000, mas com edição pelo selo da Record, Rosa dos Tempos, em 2018.

Sobre o Livro

Bell Hooks é considerada uma das maiores mentes sobre o feminismo nos Estados Unidos e no mundo. Neste livro ela promete logo no prefácio que seja um livro educativo e direto com o público. A intenção dela é mostrar que o feminismo é para todo mundo.

No mundo de hoje onde ainda existe o machismo, a sexualização e o patriarcado, Hooks aborda pautas feministas envolvendo sexualidade, liberdade de escolha, natalidade e racismo.

“Escolher políticas feministas é, portanto, escolher amar.”

No livro, Hooks irá apresentar para todos que o feminismo é nada mais que um movimento para o fim da sexualização e opressão e que não são só os homens a perpetuarem esta estrutura de poder. Mas também as mulheres.

Minha Opinião

De forma fluída e curta o livro pode ser lido rapidamente. É bem didático e isso ajuda ainda mais para aqueles que querem se lançar na literatura feminista. Este livro é uma das bases do debate sobre o feminismo na atualidade e por isto sua grande importância.

Para aquelas pessoas que acompanham as pautas feministas já tem algum tempo, não vai encontrar muitos detalhes a mais do que já sabe. Isto por que o livro por não ser muito grande, também não traz detalhes mais profundos sobre cada pauta. É mais uma reflexão sobre os problemas da nossa sociedade e caminhos a serem adotados para sairmos deste estado de violência.

“Feminismo é um movimento para acabar com sexismo, exploração sexista e opressão.”

Eu fiquei até surpreso em saber que muitas coisas que Hooks fala neste livro eu já tinha estudado antes. Isso mostrar que no mundo de hoje as pautas feministas cada vez mais estão se ajustando para um entendimento global. Mas ainda precisamos lutar por mais e mais.

Se você ainda está perdido(a) nas pautas feministas este livro é um dos melhores starts para entender mais o universo do movimento feminista.

“As políticas feministas têm por objetivo acabar com a dominação e nos libertar para que sejamos quem somos.”

Apesar de eu ter dito que o livro provavelmente não irá trazer muitas informações se você estiver bem interado nas pautas feministas, eu percebi que neste livro Hooks possui um diferencial em suas pautas: as várias vezes em que ela fala sobre sexualidade e controle de natalidade.

Por mais que o movimento feminista possua vertentes, precisamos encontrar um consenso entre visões diferentes. Bell Hooks apresenta suas visões sobre o feminismo e o mundo, depois de anos e anos de estudos. Há outras autoras e autores que possam mostrar algumas visões diferentes. E é por isso que devemos ler a obra de cada um para que depois possamos construir a nossa. Só assim eu acredito que iremos construir um feminismo para todo mundo.

O FEMINISMO É PARA TODO MUNDO

Autor: Bell Hooks

Tradução: Bhuvi Libanio

Editora: Rosa dos Tempos

Ano de publicação: 2018

O feminismo é para todo mundo traz a visão de uma das mais importantes feministas negras da atualidade. Eleita uma das principais intelectuais norte-americanas, pela revista Atlantic Monthly, e uma das 100 Pessoas Visionárias que Podem Mudar Sua Vida, pela revista Utne Reader, a aclamada feminista negra bell hooks nos apresenta, nesta acessível cartilha, a natureza do feminismo e seu compromisso contra sexismo, exploração sexista e qualquer forma de opressão.Com peculiar clareza e franqueza, hooks incentiva leitores a descobrir como o feminismo pode tocar e mudar, para melhor, a vida de todo mundo. Homens, mulheres, crianças, pessoas de todos os gêneros, jovens e adultos: todos podem educar e ser educados para o feminismo. Apenas assim poderemos construir uma sociedade com mais amor e justiça.O feminismo é para todo mundo apresenta uma visão original sobre políticas feministas, direitos reprodutivos, beleza, luta de classes feminista, feminismo global, trabalho, raça e gênero e o fim da violência. Além disso, esclarece sobre temas como educação feminista para uma consciência crítica, masculinidade feminista, maternagem e paternagem feministas, casamento e companheirismo libertadores, política sexual feminista, lesbianidade e feminismo, amor feminista, espiritualidade feminista e o feminismo visionário.

Relacionados

Destaques

Insta
gram

Parceiros